A UE está investigando Siri, Google Assistant e Alexa por violações antitruste

Postado em 2021-06-28
News
A UE está investigando Siri, Google Assistant e Alexa por violações antitruste

2021-06-28

A União Europeia pressiona constantemente os gigantes da tecnologia para que sejam mais justos nas suas práticas comerciais. Algumas das maiores multas que os gigantes da tecnologia dos EUA enfrentaram foram da UE. Recentemente, a Apple foi multada em ~ $ 16 bilhões pela UE por não pagar impostos à Irlanda. Embora essa decisão tenha sido revertida posteriormente por um tribunal, os problemas estão longe do fim para gigantes como Apple, Google e Amazon.

Segundo um novo relatório, a União Europeia pediu informações a 400 empresas. Que tipo de informação? Aparentemente, a UE está procurando ver se há algum problema com assistentes de voz como Siri, Google Assistant e Alexa. Ele está tentando farejar quaisquer possíveis violações antitruste dos gigantes da tecnologia.

A comissária da União Europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager, afirma que o passo é enviar uma mensagem às empresas de que a UE as está a vigiar de perto. O comissário acrescentou ainda que a UE está interessada nesses assistentes devido à grande quantidade de dados do usuário que são usados ​​nos dispositivos IoT. “A interoperabilidade é essencial se queremos tornar este mercado acessível.” Vestager é citado como tendo dito.

As multas por tais questões podem ser de até 10% da receita global das empresas. Isso é uma quantia enorme. Afinal, a receita da Apple foi de US $ 260 bilhões no ano passado. Isso significa que pode ser multado em até US $ 26 bilhões se a UE considerar que ele viola as leis antitruste. Obviamente, isso tudo presumindo que a UE encontre problemas com esses assistentes.

No final do dia, é melhor para nós, como consumidores, se as autoridades reguladoras prestarem mais atenção à forma como as empresas usam nossos dados e praticam seus negócios.